sábado, 14 de março de 2009

Blogs

Estudo afirma que dois em cada dez estudantes paulistas têm blogs ou páginas na web,

Estudantes brasileiros, em especial os paulistas, se destacam em relação aos alunos de outros países latino-americanos quando o assunto é usabilidade de diferentes tecnologias.


Entre os diversos recursos tecnológicos destacam se internet, celular, televisão e videogame etc. A pesquisa ainda aponta que, dois em cada dez têm blog ou página na web.
A constatação é do estudo: “A Geração Interativa na Ibero-América” realizado pelo programa EducaRede, que foi divulgado pela Fundação Telefônica.
A pesquisa feita com 25,4 mil estudantes de seis a 18 anos de escolas públicas e privadas do Brasil Argentina, Chile Colômbia, México, Peru e Venezuela, mostra que os brasileiros não apenas navegam na web, como também produzem algum tipo de conteúdo na internet.

No entanto, o universo de amostragem do Brasil está limitado ao Estado de São Paulo, no qual 4,2 mil estudantes participaram do estudo. Dos entrevistados, 790 tinha idade entre seis e nove anos e 3,4 entre dez e dezesseis anos.

O resultado da pesquisa mostra que, 72% dos alunos declaram gostar de se comunicar pela ferramenta Messenger, sendo que 50% deles afirmaram que se conectam sempre que possível.
De cada dez jovens, seis estudantes brasileiros acessam a internet em lan houses; num grupo de dez alunos brasileiros, dois deles são considerados heavy users de videogame, já que gastam mais de duas horas diárias jogando.

Embora os estudantes tenham esse desenvolvimento tecnológico, o relatório informa que 46% dos participantes confirmaram que não possuem qualquer tipo de acompanhamento de pais e professores durante a navegação na internet.

O resultado é que um em cada dois estudantes brasileiros diz que nenhum professor utiliza a web para explicar matéria ou sequer estimula o uso da rede.

A pesquisa foi realizada no período de outubro de 2007 a junho de 2008. Embora o universo estudado seja a América Latina. O estudo foi coordenado pelos pesquisadores Xavier Bringué Sala e Charo Sádaba Chalezquer, da Universidade de Navarra (Espanha).

Texto retirado do site
http://www.frameset.com.br


heavy users=> Usuários pesados

“Acho que vale a pena refletir a nossa pratica em relação ao uso da web3.0”

5 comentários:

  1. Washington Bacelar7 de maio de 2010 06:51

    Quando chego nos info-centros das cidades do interior da Bahia e vejo-os cheios de crianças - muitas ainda em processo de alfabetização - navegando, abrindo jogos, fazendo seus orkuts e etc... e nenhum professor participando destes espaços, fico pensativo. Estes alunos sentirão incómodos com tarefinhas mimiografas para cobrir com sementes de arroz uma gravura. Não estará aí o atual motivo da evasão escolar? Quem navega e conhece o ciberespaço, tem dificuldades para usar um quadro, mesmo com piloto.... Que o dia o Prf. Nelson Pretto,de quem tive a honra de ter sido aluno.

    ResponderExcluir
  2. Washington Bacelar10 de maio de 2010 05:12

    Acredito que dentro em breve, um professor nãopoderá continuar dentro de uma sala de sala, preso as quatro paredes. Quando viajo por cidades do interior da Bahia, vejo os info-centros cheios de garotos de 8 e 9 anos. Estes navegavam, trocavam materiais (fotos) pelo orkut e nos games em equipes on-line. Como professor desta disciplina, percebo que ainda existe muita desinformação sobre as aplicações ou utilidades da tecnologia no processo ensino-aprendizagem. As TIC's rompem, de maneira drástica com o paradigma: só eu sei, só eu ensino (pensava o professor). Hoje é o professor quem precisa correr para tentar embarcar no trem que passou há 15 anos. Tenho esperanças sim, como Pierre Levi ensina em seus livros: é preciso conhecer para melhor usar e interagir no ciberepaço.

    ResponderExcluir
  3. Cara colega

    Eu tenho sido testemunha destes fatos, apesar de que alguns professores não estão adaptados com o uso da internet, enquanto os alunos sabem até demais,(rsrsrsrs) o que resta é que haja cursos voltados para os professores de como ministrar aulas com o uso de computadores.
    um abraço.
    Prof. José Carlos
    http://projetosead.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá pessoal
    Entrei agora nesse blog, depois de pesquisar vários na internet. Achei o blog bem completo, com bastante participação e sugestões para educadores em geral e professores interessados em rever sua prática pedagógica. Acho bem preocupante o artigo mostrado, o que vem confirmar aquilo que já sabemos. A escola precisa se adaptar as novas tecnologias e buscá-las para inseri-las na sala de aula.

    ResponderExcluir
  5. O texto é preocupante e vem demonstrar aquilo que já sabemos: a escola não acompanha as tecnologias disponíveis. Com isso perde a oportunidade de buscar reflexões em um nível de participação coletiva, uma vez que os jovens estão conectados na WEB.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita...
Volte sempre.
Digite seu comentário na caixa de texto abaixo.